Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/905
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGontijo, Cleyton Hércules-
dc.contributor.authorFarias, Mateus Pinheiro de-
dc.date.accessioned2017-04-05T20:06:38Z-
dc.date.available2017-04-05T20:06:38Z-
dc.date.issued2017-04-05-
dc.date.submitted2015-03-16-
dc.identifier.citationFARIAS, Mateus Pinheiro de. Criatividade em matemática: um modelo preditivo considerando a percepção de alunos do ensino médio acerca das práticas docentes, a motivação para aprender e o conhecimento em relação à matemática. 2015. 75 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/123456789/905-
dc.description.abstractEsta dissertação foi desenvolvida com o objetivo de apresentar um modelo empírico para predizer a criatividade em matemática, explicando a ocorrência desse fenômeno considerando a percepção de alunos de ensino médio acerca das práticas docentes, o nível de motivação para a aprendizagem e o rendimento em relação à matemática. A amostra desta pesquisa foi constituída por 87 alunos do 3° ano do ensino médio de uma escola pública do Distrito Federal no ano de 2014. Para essa investigação foram traçadas as seguintes questões orientadoras: (1) Existe relação entre motivação para aprender e rendimento escolar de alunos do ensino médio em relação à matemática? (2) Existe relação entre percepção de alunos do ensino médio sobre as práticas docentes para a criatividade e motivação para aprender matemática? (3) Existe relação entre percepção de alunos do ensino médio sobre as práticas docentes para a criatividade e rendimento escolar em relação à matemática? (4) O nível de motivação para a aprendizagem, o rendimento escolar e a percepção de alunos do ensino médio acerca das práticas docentes são preditores da criatividade no campo da matemática? A fim de responder essas perguntas foram aplicados uma escala de motivação para a aprendizagem, uma escala que avalia as percepções sobre as práticas docentes para o desenvolvimento da criatividade, um teste de criatividade em matemática e as notas de matemática dos alunos nos dois primeiros bimestres do ano letivo em que a pesquisa foi desenvolvida. Para a análise dos dados foram empregadas a correlação de Pearson e a técnica estatística de regressão múltipla padrão. Os resultados indicaram que há correlação positiva entre motivação intrínseca para aprender e rendimento escolar. Também foi encontrada correlação positiva entre todos os fatores da escala de percepção das práticas docentes para a criatividade e motivação intrínseca para aprender. A regressão linear múltipla permitiu identificar as variáveis motivação intrínseca e rendimento escolar como preditores significativos da criatividade em matemática. Verificou-se, ainda, que a variável avaliação e metodologia de ensino é um preditor significativo da criatividade em matemática, mas com contribuição negativa para o modelo. O modelo final é altamente significativo e explica uma proporção média de variabilidade da criatividade em matemática. _____________________________________________________________________________________ ABSTRACT This master’s thesis aims to present an empirical model to predict creativity in mathematics, explaining the occurrence of this phenomenon considering the perception of students of a public high school about teachers’ practices, the motivation level for learning and the scholastic performance of math. Eighty-seven senior students of a public high school in Distrito Federal constituted the sample of this research in 2014. The following orientating questions were asked for this investigation: (1) Is there a relationship between motivation for learning and high school students’ scholastic mathematics performance? (2) Is there a relationship between high school students’ perception about teachers’ practices for creativity and motivation for learning mathematics? (3) Is there a relationship between high school students’ perception about teachers’ practices for creativity and scholastic performance of mathematics? (4) Are motivation level for learning, scholastic performance and high-school students’ perception about teachers’ practices predictors of creativity on mathematics field? In order to answer these questions a motivation scale for learning, a scale for perception evaluation of teachers’ practices for creativity development were administered along with a mathematics creativity test. Furthermore, students’ math grades of the two first two-month periods of school year were analyzed. The Pearson’s correlation and statistical technique of standard multiple regression were used for data analyzes. The results indicated that there is a positive correlation between intrinsic motivation for learning and scholastic performance. A positive correlation between all the factors of the perception scale of teachers’ practices for creativity and intrinsic motivation for learning was noted. The multiple linear regression provided the identification of intrinsic motivation variables and scholastic performance as significant predictors of creativity in math. It was showed that the evaluation and teaching methodology variable is a significant predictor of creativity in math, but with a negative contribution for the model. The final model is highly significant and explains an average proportion of creativity variability in mathematics.pt_BR
dc.publisherUniversidade de Brasíliapt_BR
dc.subjectMotivação na educaçãopt_BR
dc.subjectRendimento escolarpt_BR
dc.subjectAprendizagempt_BR
dc.subjectPráticas docentespt_BR
dc.titleCriatividade em matemática : um modelo preditivo considerando a percepção de alunos do ensino médio acerca das práticas docentes, a motivação para aprender e o conhecimento em relação à matemáticapt_BR
dc.typeOtherpt_BR
dc.identifier.etapasEnsino Mediopt_BR
Appears in Collections:02.02.02 Métodos e Técnicas de Ensino

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_MateusPinheirodeFarias.pdfDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2015.491,88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.