Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/728
Título: Equoterapia, escola e subjetividade : promoção de saúde, aprendizagem e desenvolvimento da criança
Autor(es): Rubim, Vanessa Martins
Orientador(a): González Rey, Fernando Luis
Palavras-chave: Equoterapia;Educação;Subjetividade;Promoção da saúde;Desenvolvimento;Aprendizagem
Data do documento: 23-Aug-2016
Data de defesa: 24-Apr-2012
Editor: Universidade de Brasília
Citação: RUBIM, Vanessa Martins. Equoterapia, escola e subjetividade: promoção de saúde, aprendizagem e desenvolvimento da criança. 2012. ix, 127 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012.
Resumo: Este trabalho está orientado a compreender como a equoterapia ajuda os processos de desenvolvimento escolar do aluno e utiliza como aporte teórico central os pressupostos da Teoria da Subjetividade Cultural-histórica, desenvolvida por Fernando Luis González Rey, assim como os princípios da Epistemologia Qualitativa como processo comunicativo e dialógico de construção das informações produzidas no campo empírico. A eleição da Epistemologia Qualitativa como aporte metodológico à Teoria da Subjetividade nesta pesquisa se dá pelo seu caráter dinâmico em relação à produção do conhecimento, pela sua ruptura com a busca de respostas e verificações e também por ser uma metodologia comprometida com a construção do conhecimento como um momento de produção, elaboração e participação ativa do pesquisador. A intenção de analisar o contexto equoterápico e seus impactos na escola se deu pela compreensão desses dois locais como espaços possibilitadores de sistemas de comunicação e pela necessidade de investigar como a qualidade das relações, a abertura de um canal dialógico, a escuta sensível e a intervenção ativa como uma ação conectada à criança podem ser momentos de desenvolvimento de sua subjetividade, alavancando os processos de aprendizagem e a configuração subjetiva de uma personalidade saudável. A escolha do estudo de caso de uma criança implicada pela síndrome de down para esta pesquisa, surge como possibilidade de desvendar os caminhos isotrópicos de que dispõe a criança ao aprender e a mobilização singular de seu pensamento nesse percurso, assim a equoterapia como um processo conectado à criança e às suas especificidades diante da deficiência tornou-se um espaço investigativo e convidativo à compreensão do seu desenvolvimento subjetivo e de seus impactos no contexto escolar. Portanto, para compreender tais questões optou-se também pela pertinência em analisar os posicionamentos e as concepções das pessoas envolvidas nesses contextos de atuação. Assim, a construção da informação foi organizada em três eixos temáticos: o primeiro, trazendo a compreensão dos espaços de atuação dos professores e suas concepções, o segundo, marcando o trânsito das atividades concretas da criança na equoterapia e na escola e por último, as tramas subjetivas envolvidas na configuração subjetiva da criança e sua personalidade. As informações revelaram que o encontro de recursos subjetivos e a possibilidade de posicionamento da criança implicada pela deficiência no curso de suas atividades, tanto na equoterapia quanto na escola, passa pela provocação de seu envolvimento com as atividades concretas por meio de intervenções conectadas às suas necessidades e geradoras de impulsos ao seu pensar, estando também relacionadas à qualidade das relações estabelecidas, à abertura de um canal dialógico e à escuta sensível. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT This work is aimed to understand how therapeutic riding helps the development process of the student and school uses as a central theoretical assumptions of the Theory of Subjectivity Cultural-historical, developed by Luis Fernando González Rey, as well as the principles of Qualitative Epistemology as a communicative process and dialogical construction of the information produced in the empirical field. The election of Qualitative Epistemology and methodological contributions to the Theory of Subjectivity in this research is through its dynamic nature in relation to the production of knowledge, for his break with the search for answers and checks and also a methodology to be committed to the construction of knowledge as a moment of production, preparation and active participation of the researcher. The intention to analyze the context and its impact on therapeutic riding school was due to the understanding of these two locations as enablers of space communication systems and the need to investigate how the quality of relationships, opening a channel of dialogue, sensitive listening and active intervention as an action connected to the child may be moments of development of their subjectivity, leveraging the learning processes and the subjective configuration of a healthy personality. The choice of case study of a child involved for Down syndrome for this research comes as a possibility to unravel the isotropic paths available to the child to learn and natural mobilization of his thinking on this path, and therapeutic riding as a process connected to the child and its specificities on the disability has become an investigative space and inviting the subjective understanding of their development and their impact on the school context. Therefore, to understand these issues we chose to also examine the relevance of the positions and views of people involved in these contexts of activity. Thus, the construction of information was organized into three themes: the first, bringing an understanding of areas of activities of teachers and their conceptions, the second, scoring the transit of specific activities of children in therapeutic riding and at school and finally the plots involved in subjective configuration of the child and his personality. The information revealed that the finding of subjective resources and the possibility of positioning the child's disability implied by the course of their activities, both in therapeutic riding and at school, goes through the provocation of their involvement in specific activities through interventions connected to their needs and generating impulses to his thinking, and is also related to the quality of relationships, opening a channel of dialogue and sensitive listening.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2012.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/728
Etapa/Modalidade: Ensino Medio
Appears in Collections:03.03.01 Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2012_VanessaMartinsRubim.pdf2,17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.