Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/642
Título: O currículo e a distorção idade-série nos anos iniciais do ensino fundamental
Autor(es): Silva, Leda Regina Bitencourt da
Orientador(a): Borges, Lívia Freitas Fonseca
Palavras-chave: Currículos;Avaliação educacional;Rendimento escolar;Ensino fundamental - Distrito Federal (Brasil);Repetência
Data do documento: 16-Aug-2016
Data de defesa: Mar-2014
Editor: Universidade de Brasília
Citação: SILVA, Leda Regina Bitencourt da. O currículo e a distorção idade-série nos anos iniciais do ensino fundamental. 2014. xii, 116 f. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: Este trabalho é resultado de uma pesquisa de mestrado em Educação filiada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, sob a orientação da Profa. Dra. Lívia Freitas Fonseca Borges, coordenadora do Grupo de Pesquisa Currículo: Fundamentos e Práticas. A pesquisa foi realizada em escola pública, localizada na periferia do Distrito Federal. O tema central é a distorção idade-série, ou seja, a defasagem entre a idade e a série/ano que o estudante deveria estar cursando. Foi feita uma pesquisa com abordagem qualitativa que utilizou como procedimentos dois grupos focais com os estudantes; entrevistas semiestruturadas com dez mães/pais, com as três professoras que atuavam em turmas de distorção idade-série, sendo uma de ‘alfabetização’ e duas denominadas ‘em processo’, e com o diretor e a coordenadora da escola; observação participante; e análise documental dos históricos dos estudantes. Os eixos de análise da pesquisa foram o currículo, série/ciclo e a avaliação das aprendizagens. O texto está dividido em capítulos: no primeiro, identifica-se que a distorção idade-série não é um problema local do Distrito Federal, pois ocorre em todos os estados brasileiros, e as causas recorrentes são reprovação, abandono e entrada tardia, sendo que a reprovação prevalece sobre as demais; o segundo mostra como a distorção idade-série se faz presente nas pesquisas, bem como o problema e os objetivos desta pesquisa; no capítulo três, apresentam-se o percurso metodológico com os respectivos instrumentos e os procedimentos de pesquisa; no quarto, estuda-se a gênese dessa problemática; no quinto, abordam-se as teorias de currículo orientadas por autores da teoria crítica; no sexto capítulo, a avaliação formativa e seus princípios são expostos ancorando-se em autores que a estudam e defendem como instrumento de superação da avaliação quantitativa, utilizada para medir, quantificar e classificar; o sétimo apresenta a escola em que foi realizada a pesquisa empírica, denominada neste trabalho como Escola da Resistência; e a última parte defende que a distorção idade-série se dá em decorrência da organização do sistema escolar e que a avaliação formativa e os estudos curriculares podem servir para minimizar essa problemática. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT This work is the result of a Master's degree research in Education affiliated with the Post- Graduation Program in Education of the Faculty of Education of the University of Brasilia, under the guidance of Professor Dr. Lívia Freitas Fonseca Borges, coordinator of the Research Group Curriculum: Fundamentals and Practices. The research was held in public school located in the periphery of the Federal District. The central theme is the age-grade distortion, i.e., the gap between age and grade/year that the student should be enrolled in. It was made a research with qualitative approach that used as procedures two focus groups with the students; semi-structured interviews with ten mothers/fathers, with the three teachers who worked in groups of age-grade distortion, being one of ‘literacy’ and two called ‘in process’, and with the principal and the coordinator of the school; participant observation; and document analysis of the students’ academic records. The axes of analysis of the research were the curriculum, grade/cycle and learning evaluation. The text is divided into chapters: in the first it is identified that the age-grade distortion is not a local problem of the Federal District, since it occurs in all Brazilian states, and recurrent causes are failure, dropout and late entry, and failure prevails over the other ones; the second shows how the age-grade distortion is present in researches, as well as the problem and the objectives of this research; in chapter three, are presented the methodological path with its respective instruments and research procedures; in the fourth, it is studied the genesis of this problem; in the fifth, are approached the theories of curriculum guided by authors of the critical theory; in the sixth chapter, formative evaluation and its principles are exposed, anchoring in authors who study and defend formative evaluation as a tool for overcoming quantitative evaluation, used to measure, quantify and classify; the seventh one presents the school where the empirical research was held, referred in this work as School of Resistance; and the last part argues that the age-grade distortion happens as a consequence of the school system organization and that formative evaluation and curriculum studies may serve to minimize this problem.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2014.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/642
Etapa/Modalidade: Ensino Fundamental Anos Iniciais
Appears in Collections:02.01.01 Currículos Específicos para Níveis e Tipos de Educação (Parâmetros Curriculares)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_LedaReginaBitencourtdaSilva.pdf933,43 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.