Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/624
Título: Psicologia cultural e presença docente : relações de coconstrução à autonomia do estudante online
Autor(es): Silva, Geane de Jesus
Orientador(a): Maciel, Diva Maria Moraes Albuquerque
Palavras-chave: Ensino a distância;Psicologia da aprendizagem;Professores - formação;Construtivismo (Educação)
Data do documento: 16-Aug-2016
Data de defesa: 24-Mar-2014
Editor: Universidade de Brasília
Citação: SILVA, Geane de Jesus. Psicologia cultural e presença docente: relações de coconstrução à autonomia do estudante online. 2014. 193 f., il. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
Resumo: As possibilidades de aprendizagem online abrem um mundo de perspectivas em que tempo, espaço físico-geográfico e interesses de formação contínua e para o trabalho adquirem novas e impensadas características. Nesse sentido, o ensino-aprendizagem pode oferecer ao sujeito desse processo recursos que lhe permitam agir autônoma e conscientemente na realidade da qual faz parte. A autonomia, enquanto ação crítica do livre pensar e do fazer consciente, torna-se fator fundamental a ser considerado no planejamento das ações pedagógicas da modalidade online de educação. Nessa perspectiva é importante perceber como as ações docentes do professor-tutor podem ser suporte (scaffolding), segundo a concepção de Bruner, e orientação à aprendizagem e autonomia do aluno. Desse modo, buscamos nesse trabalho investigar como a presença docente do professor-tutor online, em contextos de coconstrução, potencializa e/ou mobiliza a autonomia do estudante. Para tanto, realizamos um estudo de caso com dois professores-tutores do Curso de Formação na EaD para Tutores Nível 1 da Coordenação Operacional de Ensino de Graduação a Distância (COEGD) da Universidade de Brasília. Participaram, também, as professoras-supervisoras e quatro cursistas das duas turmas dos referidos docentes. A metodologia de investigação foi construída com base na Abordagem Sociocultural Construtivista, e constou de: entrevistas com todos os participantes, observação das ações no AVA do curso e análise de documentos. A triangulação das informações permitiu a construção dos seguintes eixos-norteadores para análise construtiva e interpretativa das informações: (a) O AVA- estrutura de suporte à presença docente dos professores-tutores e à autonomia do estudante; (b) Negociação e coconstrução de significados na relação professorestudante- conteúdo; e (c) Canalização cultural – Fatores de Internalização/Externalização. Os resultados indicaram importantes fatores que favorecem a aprendizagem e atuação autônoma dos estudantes: (a) em relação ao curso − a organização pedagógica do AVA, de fácil acessibilidade e navegação, orientações claras, pontuais e regulares; (b) em relação à atuação dos professorestutores − a orientação pontual, a presença frequente e interventiva, a promoção do diálogo e de situações instigadoras à promoção da aprendizagem, e a preocupação à própria formação contínua; (c) em relação aos professores-supervisores – a abertura ao diálogo, a promoção de situações de aprendizagem para os docentes, a presença frequente no AVA e a pontual assistência e orientação pedagógica; e (d) crença na EaD e no trabalho do tutor enquanto professor e corresponsável pelo processo de aprendizagem e visão de ensino-aprendizagem como processo bidirecional. A interrelação entre as categorias e subcategorias construídas nesses três eixos apresentaram estratégias de suporte aos cursistas que podem lhes possibilitar o domínio de conhecimentos necessários para atuarem com autonomia durante o percurso do seu processo de aprendizagem. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT Elearning possibilities open many perspectives in which time, physical and geographic space, and interests in continuing training and work acquire new and thoughtless characteristics. In these terms, the teaching and learning act may provide the subject of this process resources to enable him/her to act autonomously and consciously in the reality in which s/he is part of it. Autonomy, as a critical action of free thinking and conscious making, becomes an essential factor to be considered in the planning of educational activities for online mode of education. In this perspective it is important to perceive how online teacher’s actions may support − scaffolding, according to the conception of Bruner, and guide student’s learning and autonomy. Thus, in this study, we investigated how online teacher’s presence, in contexts of co-construction, i.e. in partnership, potentiates or mobilizes the student’s autonomy. Therefore, we carried out a case study with two online teachers from the Curso de Formação na EaD para Tutores–Online Teacher Training Course – Level 1 of Coordenação Operacional de Ensino de Graduação a Distância – Operational Coordination of Undergraduation Distance Education– at University of Brasília. Supervisor teachers and four online teacher students are also participants in this study. The research methodology was based on Sociocultural Constructivist Approach and comprised interviews with all the participants, observation of actions of VLE courses, and document analysis. The triangulation of information allowed the construction of the following guiding axes for a constructive and interpretative analysis of information: (a) VLE – supporting structure for the online teacher’s presence and for the student’s autonomy; (b) Meaning negotiation and coconstruction in the teacher-student-content relation; and, (c) Cultural canalization – Internalization/Externalization factors. The results indicated important factors that favor students’ learning and autonomous actions: (a) in relation to the course – VLE pedagogical organization has easy accessibility and navigation, and clear, timely, regular guidance; (b) regarding the role of online teachers – timely guidance, frequent and interventional presence, dialogue promotion and challenging situations for learning promotion, and concern with their own continuing education; (c) in relation to the supervisor teacher – openness for dialogue, learning situation promotion for teachers, frequent presence at VLE, and timely assistance and pedagogical guidance; and, (d) beliefs in distance education and online teacher’s as teacher and co-responsible for the learning process and the teaching and learning vision as a bidirectional process. The interrelationship among the categories/subcategories that emerged in these three axes showed the students supporting strategies that may enable them to have the domain of necessary knowledge to act with autonomy throughout their learning process.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, 2014.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/624
Etapa/Modalidade: Ensino Medio
Appears in Collections:02.03.10 Ensino e Formação do Professor

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_GeanedeJesusSilva.pdf1,81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.