Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/558
Título: Diálogos entre a relação com o saber do professor, sua formação e o trabalho pedagógico
Autor(es): Souto, Natália Queiroz de Oliveira
Orientador(a): Henriques, Eda Maria de Oliveira
Palavras-chave: Professores - formação;Pedagogia
Data do documento: 15-Aug-2016
Data de defesa: 2013
Editor: Universidade de Brasília
Citação: SOUTO, Natália Queiroz de Oliveira. Diálogos entre a relação com o saber do professor, sua formação e o trabalho pedagógico. 2013. 221 f. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo: No contexto da educação contemporânea, apresenta-se como imperativo, nas propostas de compreensão do fazer docente, um esforço pela visualização das complexas relações que constituem os sujeitos autores e atores deste fazer, bem como os seus saberes. Este estudo aborda a relação do professor com o saber, em uma perspectiva que visualiza a análise da sua dimensão complexa, através dos diálogos possíveis entre a relação com o saber, a formação e o trabalho pedagógico desse profissional. É tomada como ponto de partida a Epistemologia da complexidade (MORIN, 2007, 2010), oportunizando o diálogo entre elementos que tradicionalmente são abordados de forma dicotômica na formação do professor. Neste intuito, abordam-se os aspectos centrais da conceituação em torno da relação com o saber, conforme Bernard Charlot (2000, 2005, 2009); do trabalho pedagógico a partir das contribuições de Akiko Santos (2010), e da formação de professores na compreensão apresentada por António Nóvoa (1995, 2007). O objetivo geral da pesquisa foi analisar a dimensão complexa da relação com o saber do professor no diálogo com sua trajetória de formação e seu trabalho pedagógico. Nesta perspectiva os objetivos específicos foram identificar e analisar quais saberes os professores consideram importantes para esse trabalho; identificar e analisar o sentido atribuído pelo professor ao diálogo entre a relação com o saber e sua formação inicial e continuada; e, por fim, analisar os diálogos entre a relação do professor com o saber e o trabalho pedagógico. A estruturação metodológica da pesquisa, embasada na busca de um olhar complexo, seguiu um percurso envolvendo observações sobre o trabalho pedagógico em sala de aula, entrevista semiestruturada com a professora cujo fazer foi observado, e uma oficina temática com um grupo composto por dez professoras. Os dados aqui apresentados são discutidos tomando como base a análise do tema que emerge nas narrativas e encontra seu respaldo na análise de conteúdo (BARDIN, 2011, GIBBS, 2009). Os diálogos possibilitados na constituição deste trabalho apresentam elementos que parecem indicar a mobilização de saberes que extrapolam o âmbito da cognição e do domínio de técnicas e recursos, apontando, muitas vezes, a desconsideração da dimensão subjetiva. Esta representada, nesse trabalho, pela relação do professor com o saber na formação docente, com consequências para o trabalho pedagógico. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT An effort for visualizing the complex relations that constitute the authors and actors of this research, as well as their knowledge, is presented on the context of contemporary education as imperative on the proposals of comprehending teacher's tasks. This study refers to the relationship between teachers and knowledge, on a perspective that envisions the analysis of its complex dimension through possible dialogues between the relationship with knowledge, training and pedagogic work of that professional. The Epistemology of the complexity (MORIN, 2007, 2010) is taken as a starting point, making possible the dialogue between elements that are traditionally addressed as dichotomy on teachers’ training. For this reason, the conceptual main aspects are discussed around teachers’ relationship with knowledge, according to Bernard Charlot (2000, 2005, 2009); pedagogic work with the contributions of Akiko Santos (2010), and their training according to the understanding presented by António Nóvoa (1995, 2007). The general objective of the research was to analyse the complex dimension of teachers’ relationship with knowledge on dialogues throughout their training and pedagogic work. On that perspective, specific objectives were set as to identify and analyse which knowledge teachers consider important for this work; identify and analyse the importance given by teachers to the dialogue between the relationship with knowledge and their initial and continuing training, and, at last, analyse the dialogues between the relationship of teachers with knowledge and pedagogic work. The methodology of this research, based upon the pursuit of a complex view, followed a path involving observations of pedagogic work in class, semi-structured interview with the teacher whose work was observed, and a thematic workshop composed by ten teachers. The data presented in this study are discussed taking as a basis the analysis of the subject that emerges on the narrative and finds support on the content analysis (BARDIN, 2011, GIBBS, 2009). The dialogues which made this work possible present elements that may indicate a mobilization of knowledge that goes beyond the scope of cognition and mastering of techniques and resources, pointing, many times, at the inconsideration of the subjective dimension. It is represented, on this work, by the relationship between teachers and knowledge during their training, with consequences on the pedagogic work.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2013.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/558
Etapa/Modalidade: Ensino Medio
Appears in Collections:02.03.10 Ensino e Formação do Professor

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_NataliaQueirozdeOliveiraSouto.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.