Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/481
Título: O dever de casa no contexto da avaliação de aprendizagens
Autor(es): Soares, Enilvia Rocha Morato
Orientador(a): Villas Boas, Benigna Maria de Freitas
Palavras-chave: Avaliação educacional;Ensino - meios auxiliares
Data do documento: 12-Aug-2016
Data de defesa: 26-Jan-2011
Editor: Universidade de Brasília
Citação: SOARES, Enilvia Rocha Morato. O dever de casa no contexto da avaliação de aprendizagens. 2011. 232 f. Dissertação (Mestrado em Educação)-Universidade de Brasília, Brasília, 2011.
Resumo: O presente estudo, oriundo de inquietudes vivenciadas no decorrer de minha vida pessoal e profissional, teve como objetivo central compreender o papel ocupado pelo dever de casa no processo de avaliação das aprendizagens e, consequentemente, na organização do trabalho pedagógico desenvolvido em uma turma dos anos iniciais do Ensino Fundamental de uma instituição pública de ensino do Distrito Federal. A pesquisa se organizou em torno desse propósito e trouxe à tona reflexões acerca das percepções de professores, pais e estudantes da escola investigada em relação à prática do dever de casa, bem como das formas como costuma ser avaliado por esses mesmos sujeitos. A abordagem qualitativa foi utilizada para analisar os dados levantados no processo investigativo realizado por meio de análise documental; realização de observações, grupo focal e entrevistas; e aplicação de questionários. O diálogo entre os dados evidenciados empiricamente e a teoria que fundamentou o estudo possibilitou problematizar elementos presentes na prática do dever de casa que se mostram relevantes no atual contexto da escola básica, uma vez que, por envolver questões relacionadas à avaliação educacional e, em consequência, à aprendizagem dos alunos podem interferir na qualidade do ensino que oferece. Os resultados obtidos revelaram que, embora naturalmente utilizado pelos professores e aceito pela maioria dos estudantes e seus responsáveis, o dever de cada nem sempre possibilita o alcance dos objetivos que dele se espera, e nem por isso constitui foco de reflexões pelo coletivo da escola. Constatou-se ainda que, em virtude da divergência de opiniões e posicionamentos dos pais, alunos e professores em relação às tarefas de casa, a avaliação dessas atividades se apresenta, em alguns casos, permeada de dúvidas e incertezas em relação à forma como são realizadas, sendo assim, pouco valorizadas pelo professor como fonte de informação sobre o desempenho dos estudantes. Visto dessa forma, a relação dever de casa e aprendizagem se mostra obstaculizada por uma avaliação que nem sempre oportuniza o repensar de ações pedagógicas em prol das aprendizagens dos estudantes. A pesquisa propiciou ainda a percepção de que, por ser concebido como uma extensão da escola, o gosto dos alunos pelo dever de casa, assim como pela escola, tende a decrescer à medida que avançam os anos escolares. O distanciamento existente entre os conteúdos escolares e a vida social foi percebido como um dos motivos que podem justificar essa situação, inibindo a formação de hábitos de estudo pelos alunos por meio das tarefas escolares realizadas fora do período de aula. O envolvimento efetivo dos estudantes e seus familiares na organização do trabalho pedagógico desenvolvido na escola e em sala de aula, desde sua elaboração, passando pelas necessárias avaliações e reformulações, foi apontado como alternativa para a discussão de estratégias que possam favorecer o uso do dever de casa em proveito da melhoria do ensino escolar, caso essa prática continue evidenciando-se necessária. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT This study, arising from concerns experienced throughout my personal and professional life, aimed at understanding the role played by the homework in the assessment process of learning and, consequently, the organization of the pedagogical work developed in a class of an Elementary school initial years in a public institution in the Federal District of Brazil. The research was organized around this purpose and has brought up thoughts about the perceptions of teachers, parents and students from the investigated school in relation to the practice of homework, as well as the forms it is usually evaluated by these same individuals. The qualitative approach was used to analyze the data collected in the survey conducted through documental analysis, observations, focal group and interviews; and the use of questionnaires. The dialogue between the empirically highlighted data and the theory that supports this study allowed questioning present elements in the practice of homework that are relevant in today's elementary school, because it involves issues relating to educational assessment and, in consequence, the student´s learning can interfere with the quality of education it offers. The results revealed that, although naturally used by teachers and accepted by most students and their parents, the homework duty not always achieve its goals, even so it isn´t the focus of the collective reflections of the school. It was further observed that due to the divergent opinions and positions of parents, students and teachers in relation of homework, the assessment of these activities is presented, in some cases, permeated by doubts and uncertainties about how they are performed, being undervalued by the teacher as a source of information on students performance. Viewed this way, the relationship between homework and learning is hindered by an assessment that not always provides an opportunity to rethinking the pedagogical actions in favor of student learning. The survey also showed that, being designed as an extension of the school, the taste of students in homework as well as the school tends to decrease as the school years pass. The gap between school subjects and the social life was perceived as one of the reasons that could justify such situation, inhibiting, this way, the formation of study habits by students through school tasks held outside the class. Effective engagement of students and their families in the organization of the pedagogical work developed in schools and in the classroom, since its establishment passing through the necessary assessments and reformulations, was appointed as an alternative to discuss strategies that may promote the use of homework in benefit of the improvement of school education, in case this practice keep being necessary.
Descrição: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2011.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/481
Etapa/Modalidade: Ensino Medio
Appears in Collections:02.04.01 Avaliação Educacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_EnilviaRochaMoratoSoares.PDF2,35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.