Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1208
Título: Ciências, agora no laboratório : as ideias pedagógicas de John Dewey aplicadas em um laboratório de ciências
Autor(es): Medeiros y Araujo, Carla
Orientador(a): Rodrigues, Bernardo Oricchio
Palavras-chave: Dewey, John, 1859-1952;Aprendizagem - avaliação;Ciências (Ensino fundamental) - estudo e ensino;Investigação científica
Data do documento: 15-Feb-2019
Data de defesa: 27-Feb-2018
Editor: Universidade de Brasília - UnB
Citação: RODRIGUES, Bernardo Oricchio. Ciências, agora no laboratório: as ideias pedagógicas de John Dewey aplicadas em um laboratório de ciências. 2018. xii, 101 f., il. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Ensino de Ciências)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo: Em 2014, o projeto “Ciências, Agora no Laboratório” foi criado para justificar a alocação de professor com o propósito de liderar as atividades laboratoriais em uma escola da SEDF. Com dois anos de execução do projeto, a partir de um sistemático processo de reflexão acerca da atividade docente e da inserção no PPGEC, levantou-se a questão sobre que tipo de experiência da práxis científica os estudantes dessa escola estão tendo a partir das atividades no laboratório de Ciências. Atividades laboratoriais são notórias por combinar dois processos centrais da práxis científica: a manipulação de objetos naturais e a inquirição mental relacionada. Esses processos dizem respeito à uma maneira científica de interpretar o mundo e ao fazerem isso os cientistas observam, registram suas observações, coletam, classificam e categorizam dados; fazem inferências, levantam hipóteses passíveis de serem testadas cientificamente e examinam teorias. Nesse contexto, a seguinte pergunta de pesquisa foi elaborada: quão efetiva é uma sequência didática em Ciências para alunos do 8º ano do ensino fundamental, desenvolvida para ensinar os procedimentos e habilidades da investigação científica de observação e registro da observação? O objetivo geral desta pesquisa foi o de mensurar ganhos na aprendizagem dos procedimentos e os objetivos específicos foram: 1) testar empiricamente uma sequência didática para mensurar os ganhos na aprendizagem dos alunos dos procedimentos arrolados; e 2) coletar dados para saber quais as percepções dos alunos sobre a sequência didática usando a metodologia qualitativa. A sequência didática foi aplicada em uma turma de alunos do 8º ano do ensino fundamental em escola da rede pública distrital de ensino entre o 3º e 4º bimestres do ano de 2017. A coleta de dados e sua análise ocorreram segundo o paradigma da pesquisa qualitativa permitindo uma triangulação com utilização de uma sequência didática aplicada aos estudantes, anotações do caderno de campo feitas pelo pesquisador e entrevista semiestruturada individual com os estudantes do grupo de foco. Foi utilizada uma tabela de critérios para determinar o nível de aprendizagem dos estudantes após a aplicação da sequência didática. Os resultados obtidos e analisados possibilitaram concluir que a sequência didática foi efetiva para ensinar determinadas características da observação e do registro da observação, considerando explorar outros sentidos além da visão. Deduzi que o planejamento de uma sequência didática requer a escolha cuidadosa do objeto a ser observado se o intuito for ensinar os procedimentos em pauta, pois em uma perspectiva pedagógica deweyana deve-se incentivar o interesse do estudante na resolução de determinado problema e promover o seu constante envolvimento no processo de investigação. Sugere-se que o início do ano letivo seja o período mais indicado para utilizar as atividades práticas introdutórias, como a da proposição didática apresentada nesta dissertação, garantindo sua continuidade a partir de um planejamento anual de atividades práticas nas aulas de Ciências que inclua um ensino pautado pelo conteúdo e método do fazer científico como recomendado por John Dewey. Abstract: In 2014, "Ciências, Agora no Laboratório" project was created to formally allow a teacher to work as a coordinator of science laboratory at a SEDF school. During the two years that this project was in progress, as a coordinator, I was involved in a regular process of reflective thought about my teaching practice and, with my admission at PPGEC, I wondered about what kind of perceptions about scientific praxis students are elaborating during their activities at school science laboratory. Laboratory activities are notorious for combining two central processes of scientific praxis: the manipulation of natural objects and the related mental inquiry. These processes are associated to a scientific way of interpreting the world, and in doing that scientists observe, record their observations, collect, classify, and categorize data; make inferences, propose hypotheses that can be scientifically tested, and examine theories. In this context, the following research question was elaborated: how effective is a didactic sequence in science classes for students of the 8th elementary year, developed to teach science process skills as observation and observation records? The general objective of this research was to measure the gains in science process skills learning (observation and observation record) and the specific objectives: 1) to test empirically a didactic sequence to measure gains in students' learning of these science process skills; and 2) to collect data related to students' perceptions about the didactic sequence by using qualitative methodology. The didactic sequence was applied with students of 8th elementary year at a public school between September and November 2017. Data collection and analysis were carried out according to qualitative research paradigm allowing triangulation by a didactic sequence applied to the students, researcher’s field notes and individual semi-structured interviews with the focus group students. A rubric was used to determine the level of student learning after the application of the didactic sequence. The results obtained and analyzed allowed to conclude that the didactic sequence was effective to teach certain characteristics of observation and observation record, considering exploring other senses besides the vision. It was also deduced that planning of a didactic sequence requires a careful selection of the object to be observed if the intention is to teach the skills in question, since in a deweyan pedagogical perspective one must promote student's interest in solving a certain problem and a persistent involvement in investigation process. It is suggested that the beginning of a school year is the most appropriate period to apply practical introductory activities, such as the didactic proposal presented in this dissertation, ensuring continuity from an annual planning of practical activities in science classes guided by John Dewey’s perspective of Science: as subject-matter and as method.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1208
Etapa/Modalidade: Ensino Fundamental Anos Finais
Appears in Collections:08.07.01 Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_BernardoOricchioRodrigues.pdfDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, 2018.6,87 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.