Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1087
Título: PRODUÇÕES SUBJETIVAS DA AÇÃO DOCENTE: O MOVIMENTO DE ARTICULAÇÃO ENTRE PLANEJAMENTO E CURRÍCULO
Autor(es): Oliveira, Marluce Souza de
Orientador(a): Coelho, Cristina Massot Madeira
Palavras-chave: Subjetividade;Currículo;Planejamento;Professor
Data do documento: 17-Oct-2018
Data de defesa: 2-Jan-2018
Editor: Universidade de Brasília- UnB
Citação: OLIVEIRA, Marluce de Souza. PRODUÇÕES SUBJETIVAS DA AÇÃO DOCENTE: O MOVIMENTO DE ARTICULAÇÃO ENTRE PLANEJAMENTO E CURRÍCULO. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Brasília, 2018.
Resumo: RESUMO Esta pesquisa parte de inquietações oriundas do cotidiano escolar sobre o professor e sua subjetividade, e teve como objetivo central compreender produções subjetivas do professor na articulação dinâmica de planejar sua ação a partir de um currículo formal, em que se entende o planejamento e o currículo como produções sociais e individuais, subjetivados e singularizados, em constante atualização, diante dos sentidos subjetivos que emergem no professor frente a esses processos institucionalizados. A investigação fundamenta-se com a Teoria da Subjetividade na perspectiva cultural-histórica, de elaboração do autor González Rey, a qual evidencia a subjetividade como uma qualidade específica do humano, com recursos teóricos que permitem superar a taxonomia de funções e formas de comportamento ligadas à profissão docente. Diante disso, abre novas possibilidades de entendimento do professor e dos processos de planejamento e currículo na dinâmica de organização pedagógica da sua ação. Como enfoque metodológico, adota-se a Epistemologia Qualitativa e o Método Construtivo-Interpretativo do mesmo autor, por tornarem possível o estudo da representação complexa do psicológico por meio de princípios e orientações metodológicas que coadunam com o referencial teórico assumido. A pesquisa foi realizada em uma escola pública do Distrito Federal que atende a Educação Infantil e os Anos Iniciais do Ensino Fundamental, e contou com a participação de uma professora dos Anos Iniciais. Os instrumentos utilizados na pesquisa se constituíram por indutores não escritos, como imagens, caixa-baú, objetos significativos e percurso de aula; e indutores escritos como complemento de frases e carta. As construções interpretativas da pesquisa revelaram que as produções subjetivas que emergem no professor na organização de sua ação são singulares, compreendidas na relação social- individual que integra aspectos culturais e históricos de sua constituição pessoal e profissional, e produções que gera sobre e na ação docente, como processos imbricados que o expressa em sua singularidade e personalizam o planejamento e o currículo. Presentes na dinâmica da organização do trabalho pedagógico, o planejamento e o currículo se evidenciaram também como processos subjetivos, configurados pelo professor de modo inseparável e convergente com as produções subjetivas que gera sobre a sua ação, o que possibilitou conhecer motivações, entender posicionamentos e reações frente a esses aspectos da sua profissionalidade docente. Considera-se que as construções produzidas na pesquisa expressam também a importância de se pensar em processos de gestão que contemplem a dimensão subjetiva inerente a esse movimento teórico-prático essencialmente humano de planejar a ação. Palavras-chave: Professor. Subjetividade. Planejamento. Currículo. Ação docente.9 ABSTRACT This research is the part of concernments arising from school routine about the teacher and his subjectivity, and it aims to understand the subjective organization of the teacher beside the act of planning his action in the perspective of a formal curriculum, in which planning and curriculum are social and individual productions, subjectivated and singularized, constantly updated, in the face of the subjective senses that emerge in the teacher according to these institutionalized processes. Our research is based on the Theory of Subjectivity in the cultural- historical perspective, elaborated by the author González Rey, which highlights subjectivity as a specific quality of the human being, with theoretical resources that allow us to overcome the taxonomy of functions and forms of behavior linked to the teaching profession. This theoretical foundation opens new possibilities to understand the teacher and his action, as well as the processes of planning and curriculum in the dynamics of the pedagogical work organization. We adopted the Qualitative Epistemology and the constructive-interpretative method, as our methodological approach, by making possible the study of complex representation of the psychological through principles and methodological orientations that dialogue with the assumed theoretical reference. The research was conducted in a public school in the Federal District that caters to Early Childhood Education and Early Years of Elementary School, with its respective teacher as participant. The instruments used in the research consisted of non-written inductors, such as images, box-boxes, significant objects and the class route; and written inductors as a complement of sentences and letter. The interpretive constructions of the research revealed that the subjective productions, that emerge in the teacher in the organization of his action, are singular in the social-individual relationship that integrates cultural and historical aspects of his personal and professional constitution, and are productions that generate on and in the teaching action, as processes that are expressed in their uniqueness and customize planning and curriculum. Both were evidenced as subjective processes, configured by the teacher in an inseparable way and convergent with the subjective productions that he generates about his action, which made possible to know motivations, to understand the positioning and reactions to these aspects of his teaching professionalism. We concluded that the constructions produced in the research also express the importance of thinking about management processes that contemplate the subjective dimension inherent in this essentially human and practic as theoretical movement of action planning. Key words: Teacher. Subjectivity. Planning. Curriculum. Teaching action.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1087
Etapa/Modalidade: Ensino Fundamental Anos Iniciais
Appears in Collections:02.01.02 Teoria Geral de Planejamento e Desenvolvimento Curricular

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PRODUÇÕES SUBJETIVAS DA AÇÃO DOCENTE1.pdfOliveira, Marluce de Souza : Dissertação - UnB, 2018.2,45 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.