Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/123456789/1043
Título: Movimento, arte e expressividade : uma proposta de dança educativa para alunos com deficiência intelectual
Autor(es): Paulino, Belister Rocha
Orientador(a): Bareicha, Paulo Sérgio de Andrade
Palavras-chave: Arte - estética;Dança - ensino;Educação;Deficiência intelectual
Data do documento: 2-Aug-2018
Data de defesa: 8-Dec-2017
Editor: Universidade de Brasília
Citação: PAULINO, Belister Rocha. Movimento, arte e expressividade: uma proposta de dança educativa para alunos com deficiência intelectual. 2017. 131 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Arte)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo: A pesquisa parte da reflexão do papel da arte como forma de resgatar o sentido da experiência estética, que tem no professor um mediador do processo. O estudo dialoga com questões que integram dança/educação/deficiência para análise dos processos norteadores de uma prática pautada na compreensão do movimento expressivo na escola. Dança e educação são analisadas a partir das proposições dos Parâmetros Curriculares Nacionais-(PCN’s) de 1997, como primeiro documento a inserir essa prática no contexto educacional. A deficiência é percebida na análise de práticas pedagógicas que problematizam o espaço escolar e da diferença para o exercício da alteridade e aceitação do outro numa relação para a própria existência no mundo. Destaca-se o conceito de dança educativa desenvolvido na abordagem de Rudolf Laban, sob o qual foram estabelecidas quatro categorias temáticas para análise: Corpo, Espaço, Grupo e Criação. A pesquisa tem como objetivo compreender o processo e o efeito da experimentação de movimentos corporais criativos para desenvolvimento da expressividade do aluno com deficiência intelectual; perceber a arte/dança como uma linguagem estética no contexto da educação especial; analisar o papel docente na mediação de experimentações interventivas com o movimento para a percepção do seu corpo, do espaço e do relacionamento com o outro na dança. O estudo orienta-se pela escuta sensível para uma compreensão dos aspectos analisados e pela pesquisa-ação como possibilidade metodológica que pode resultar no aprimoramento e na transformação da prática educativa. Os dados foram coletados na oficina de dança realizada com um grupo de alunos do Centro de Ensino Especial 01 de Santa Maria - Distrito Federal e analisados a partir de diários de campo, fotos e filmagens. A oficina culminou com a apresentação artística ‘Movere - dança e expressividade no encontro com o outro’, também considerada na análise dos dados. Percebeu-se a construção de significados de dança que partem da percepção de si e do outro; rompimento da cópia de movimentos padronizados para criação em dança; ampliação de vivências significativas com o corpo na escola; dança compreendida como linguagem da expressividade subjetiva na qual se valoriza a presença de cada corpo em suas diferenças e possibilidades. O estudo contribui para a compreensão de dança/ensino ampliada à educação especial; ressignificação da arte no contexto da educação; reflexões da percepção das diferenças no processo de aprendizagem e pode ser ampliado pela investigação dos jogos para compreensão da corporeidade na escola. Abstract: The research starts from the reflection of art’s rolethe as a way of rescuing the aesthetic experience sense in which the teacher is a process mediator. The investigation dialogues with issues that integrate dance / education / disability to analyze the guiding processes of a practice based on the understanding expressiveness moviment at in school. Dance and education are analyzed from the Parâmetros Curriculares Nacionais propositions of 1997 as the first document to insert this practice in the educational context. The disability is perceived in the analysis of pedagogical practices that problematize the school space and the difference for the exercise of otherness and acceptance of the other in a relation to the existence in the world. The educational dance concept developed in Rudolf Laban's approach, under which four thematic categories for analysis were established: Body, Space, Group and Creation. The research’s goals is to understand the process and effect of experimenting with creative body movements to develop the students expressiveness with intellectual disabilities; perceive art/dance as an aesthetic language in the special education contexto; analyse the teaching role in the mediation of interventional experiments with moviment in which the student has an experience that enlarges his movement possibilities, the perception of his body, space and relationship with others in dance. The study is guided by the sensitive listening for an understanding of the analyzed aspects and by the action research as a methodological possibility that can result in the improvement and transformation of the educational practice. The data were collected at the dance workshop held with a group of students from the Centro de Ensino Especial 01, of Santa Maria city, Distrito Federal, (Brazil) and analyzed from daily notes, photos and filming. The workshop culminated in the artistic presentation 'Movere - dança e expressividade no encontro com o outro’, also considered in the analysis of the data. It was perceived the dance meanings construction that start from the oneself and other perception; disruption of the copy of standardized movements for creation in dance; enlargement of significant experiences with the body at school; dance understood as a language of expressiveness subjective in which the presence of each body in its differences and possibilities is valued. The study contributes to the understanding of dance/teaching also extended to special education.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/1043
Etapa/Modalidade: Ensino Fundamental Anos Finais
Appears in Collections:13.02.01 Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_BelisterRochaPaulino.pdfDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2017.5,5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.